fundo parallax

Peçamos sempre a proteção de Nossa Senhora, e tudo será mais fácil.

E38T02 – O bacon nosso de cada dia
18 de setembro de 2017
Obediente como um cadáver
18 de setembro de 2017
 


Peçamos sempre a proteção de Nossa Senhora, e tudo será mais fácil.

Debaixo da vossa proteção nos refugiamos Santa Mãe de Deus. Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades. Mas livrai-nos sempre de todos os perigos, Virgem gloriosa e bendita! Amém.

Esta é uma das orações marianas mais antigas de que se tem conhecimento. No ano início do Século XX, no ano de 1927, no Egito, foi encontrado um fragmento de papiro que remonta ao século III. O pequeno papiro teve seu conteúdo identificado em 1939. É o texto de uma oração dirigida a Maria Santíssima, no século III.

Esta oração conhecida com o nome “Sub tuum praesidium” (À vossa proteção) é a mais antiga oração a Nossa Senhora que se conhece. Tem ela uma excepcional importância histórica pela explícita referência ao tempo de perseguições dos cristãos (Livrai-nos de todo perigo) e uma particular importância teológica por recorrer à intercessão de Maria invocada com o título de Theotókos (Mãe de Deus).

Quando o Concílio de Éfeso proclamou Maria como Theotókos, fez eco a uma tradição cujo primeiro termo conhecido remonta a Orígenes. Este Concílio tem a glória de ser o grande Concílio Mariano, pois seu dogma destruiu a maior heresia contra a Virgem e pôs a pedra angular de toda a Mariologia. A igreja com o decorrer do tempo iria descobrindo os grandes tesouros encerrados na Maternidade Divina de Maria.

E hoje, padre Pio nos pede para nos colocarmos sob a proteção da Virgem. Pois segundo ele, tudo será mais fácil. Vimos que os cristãos desde os primeiros séculos da igreja primitiva, pediam a proteção da virgem para que os livrassem de todos os perigos. A oração, redigida na primeira pessoa do plural, parece ser, por isto mesmo, pertinente ao uso da liturgia.

Que possamos nos colocar debaixo da proteção da virgem santíssima. Que ela nos cubra com seu manto sagrado e que façamos como escravos dela, tudo o que Jesus nos ordenar.

Que assim seja. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *