fundo parallax

As tentações aumentam o amor de Deus se as afastamos imediatamente.

E43T02 – Noivado eterno
23 de outubro de 2017
Por que te perturbas, homenzinho?
23 de outubro de 2017
 


As tentações aumentam o amor de Deus se as afastamos imediatamente.

Deus nos ama e por isso nos testa, nos põe à prova. Testa a nossa fidelidade e quer ter certeza do nosso amor. E assim somos tentados, nunca acima de nossas capacidades, é verdade, mas somos tentados. Somos tentados a trocar Deus por outras coisas, pelas coisas do mundo. Somos tentados a escolher a porta larga achando que o caminho da porta estreita está difícil demais.

Mas não há problema em sermos tentados, desde que sejamos fortes para vencermos as tentações. Fortes para amar. Fortes para dizer para nós mesmos que amamos a Deus sobre todas as coisas e que Ele é mais importante do que tudo. Não precisamos provar nada a ninguém, a não ser ao próprio Deus.

Quantas vezes bem na hora da missa apareceu visita na tua casa e você deixou de ir à missa para ficar fazendo sala para a visita não é mesmo? Ah, mas o que eu poderia fazer? Não seria falta de educação mandar a visita embora? Talvez. Mas o que Deus queria é que você convidasse a visita para ir à missa junto com você, mesmo que eles nem fossem católicos. Mas ao invés disso você só mostrou que a visita era mais importante do que Deus na tua vida quando deixou de ir à missa. Talvez tenha ficado com vergonha de dizer que estava pronto para ir à missa. Vergonha da missa, vergonha de Deus. E assim a tentação de abandonar a Deus para ficar com a visita foi mais forte do que você e te venceu.

Padre Pio diz que as tentações aumentam o Amor de Deus se as afastamos imediatamente, mas você não se afastou da tentação, pelo contrário, você abraçou a tentação e acabou caindo nela. Isso fez aumentar ou diminuir o amor de Deus?

Este foi apenas um exemplo, mas existem tantas outras situações. Você está sozinho em casa, no seu quarto, fazendo um trabalho no computador, tarde da noite, e, de repente vem na sua mente o desejo de olhar pornografia na internet. Você está ali, parado em frente ao computador, ninguém vai ver o que você vai fazer, ninguém vai saber que você fez. Está tudo ali na sua frente, a um clique. Basta você tomar a decisão. Entra no site pornográfico ou não entra? É uma tentação. Mas não é algo que interfere somente na tua vida física, ver ou não ver pornografia, masturbar-se ou não, mas que envolve toda a tua vida espiritual e principalmente o teu amor por Deus. Nessa hora você desliga o computador e vai dormir. Pronto. Venceu a tentação. O amor de Deus aumentou, pois você conseguiu se afastar da tentação.

Mas uma coisa que eu considero muito importante na frase de padre Pio é a palavra “imediatamente”. Ele diz: “As tentações aumentam o Amor de Deus se as afastamos imediatamente”.

Às vezes caímos, cedemos às tentações. Outras as vencemos, mas titubeamos. Pensamos um pouco antes de tomar uma decisão. Nos decidimos por Deus, é verdade, mas relutamos um pouco. Mas padre Pio diz que as tentações aumentam o Amor de Deus se as afastamos imediatamente. Se as afastamos imediatamente. Ou seja, logo que elas aparecem. Logo que aparecer uma tentação. Tentação de trocar Deus por qualquer outra coisa. Tentação de pecar, de trair, de manchar a castidade, seja pelo olhar, seja por ações, por palavras ou até mesmo por omissões, vencer a tentação imediatamente. Mas como vencer? Parece contraditório o que vou dizer, mas para vencer é preciso fugir. Sei que a vida do homem é uma luta constante. Lutamos não contra a carne, mas contra os espíritos malignos.

Numa guerra é preciso lutar para vencer. Mas padre Pio fala em nos afastarmos das tentações. Se você está no campo de batalha e ao invés de enfrentar o inimigo você se afasta dele, é porque está fugindo. Parece covardia, mas não é. Precisamos fugir das tentações. Evitar todo tipo de situação que como nós bem sabemos nos levam a pecar. Se você enfrenta as tentações confiando unicamente em suas capacidades, é muito provável que caia. São Paulo já dizia em sua primeira carta aos coríntios, capítulo dez: quem está de pé, cuidado para que não caia.

Que assim seja. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *