fundo parallax

Por que te perturbas, homenzinho?

As tentações aumentam o amor de Deus se as afastamos imediatamente.
23 de outubro de 2017
E44T02 – Papa Francisco e a deforma protestante
30 de outubro de 2017
 


Por que te perturbas, homenzinho?

Muitas vezes me preocupo com o futuro da humanidade, vendo tudo acontecendo de forma lamentável ao meu redor. As meninas de nove ou dez anos já grávidas, essas músicas sensuais com letras pornográficas, os adolescentes e jovens entrando no mundo das drogas e do crime cada vez mais cedo, a loucura do trânsito, os jornais noticiando todos os dias assassinatos, estupros, pedofilia, assaltos, crimes hediondos, um marido traído que mata a mulher e o amante dela, homossexualismo explícito pelas ruas, as famílias destruídas, desestruturadas, o aborto, o abandono, a prostituição, o feminismo, a ideologia de gênero e o pior de tudo: o relativismo. Ou seja, tudo é aceito numa boa pela sociedade como sendo algo absolutamente normal. Anormal devo ser eu que me escandalizo com essas coisas!

Eu, às vezes eu quero salvar todo mundo, quero converter todo mundo. Outro dia falei com uma ex-aluna através do chat de uma rede social. Eu tinha visto fotos dela com um bebê de pouco mais de um ano e perguntei se era filho dela. Também perguntei se ela tinha casado na Igreja e como a resposta foi negativa comecei a tentar convencê-la da importância do matrimônio católico, de receber a benção de Deus. E depois de ter gasto meu latim por alguns minutos ela veio me dizer que já não vive mais com o pai da criança. Daqui a pouco terá outro homem que lhe fará outro filho e depois outro e depois outro e assim por diante. Quando fui ministro de minha fraternidade franciscana queria converter todo mundo, queria ensinar como participar dignamente da liturgia, tentei convencê-los de que não devem rezar certas orações, pois são orações sacerdotais, ou seja, só o padre pode rezá-las, mas tudo isso, toda essa minha preocupação, não levou a nada, não consegui mudar nada, não consegui salvar ninguém. Pelo contrário, só afastei as pessoas de mim. Afastei irmãos de minha fraternidade quando disse que não convinha ficar postando mensagens espíritas nas redes sociais, ou quando condenei abertamente quem vive junto sem ser casado ou quem se associa à maçonaria por exemplo.

E no auge da minha frustração, em me ver de mãos e pés atados sem poder fazer nada para mudar o mundo que está todo errado, me vem Tomás de Celano, grande biógrafo de São Francisco de Assis recordar esta pequena passagem da vida do santo em que Deus o consola dizendo: “Por que te perturbas, homenzinho? Será que eu te coloquei como pastor de minha Ordem para desconheceres que o patrono principal sou eu? Foi para isso que eu te escolhi, homem simples, para que os que desejarem sigam as obras que eu fizer em ti e que devem ser imitadas por todos os demais. Eu chamei, guardarei e apascentarei. Para reparar a queda de uns, colocarei outros: se não existirem, eu mesmo os farei nascer. Por isso, não te perturbes, mas cuida de tua salvação porque, mesmo que a Ordem ficasse reduzida a três frades, permaneceria sempre firme pela minha proteção”.

E assim que me sinto também: um pobre homenzinho que às vezes se esquece que Deus está cuidando de tudo. Que Deus está me usando para pastorear não simplesmente com palavras, mas muitas vezes apenas com o exemplo. Um homenzinho que esquece que é mais valiosa a sua presença neste mundo do que sua tentativa desesperada de converter a todos.

Que assim seja. Amém.

1 Comentário

  1. Isabele da Veiga disse:

    Muito bons os textos! Sobre a frustração nas tentativas de salvar almas, creio que varia de cristão pra “cristão” a forma de entender, e ai, no “entendimento” do “cristão” nós percebemos que falta muito pra obter-se a salvação e é bem por isso que devemos, como falaste, não desistir e continuar levando Cristo às pessoas. A presença sem dúvida é importante, mas não que as palavras, concelhos e exemplos não valham… Como exemplo de tudo isso digo que: os vídeos, textos e posts; seus e de sua família já me foram e são ótimos!
    Não falei muito e nem bem sobre tudo o que vocês são, mas se animar vocês e mostrar que sou mais uma pessoa pela qual o trabalho e a presença de vocês no mundo vale, sim!..fico feliz 🙂 Perdoe meus erros gramaticais.
    Que Deus, Nossa Senhora, todos os anjos e santos abençoem cada vez mais vocês. Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *