fundo parallax

Não avançar na caminhada é o mesmo que retroceder

Reze sempre o Santo Rosário, e reze-o bem!
30 de outubro de 2017
E45T02 – O nome de São Pedro significa pedrinha?
6 de novembro de 2017
 


Não avançar na caminhada é o mesmo que retroceder

Quando não avançamos, retrocedemos. Nossa vida é uma caminhada. Desde o dia em que nascemos até nos despedirmos desta terra e voltarmos para Deus. Cada dia que passa estamos mais perto do fim e por mais que a ciência avance, por mais que existam várias formas de prolongar a vida, e várias técnicas de permanecer jovem por algum tempo, ninguém escapará da morte. A questão é: para onde seguir? Qual caminho escolher? O mundo oferece caminhos demais, mas só há um caminho que nos leva para Deus: Jesus Cristo. Ele é o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Ele.

Sabemos que muitas pessoas preferem trilhar os seus próprios caminhos, pensar pela sua própria cabeça como se costuma dizer. Mas eu costumo resumir a coisa de forma até um pouco simplista dizendo que existem apenas dois caminhos: o caminho de Deus e o caminho errado. Quem está no caminho errado, quiçá um dia possa se converter. Isso mesmo, conversão! É este o real significado da palavra. Você está indo por um caminho e de repente muda de direção, muda de rumo, faz uma conversão. E ao se converter, muda radicalmente de vida, deixando de lado os pecados graves e os vícios. Buscando a cada dia mais as virtudes e com o tempo acabará deixando também os pecados veniais. Mas o caminho deve ser constante, não podemos desanimar. O mundo nos prega muitas peças, e às vezes pensamos que estar nos caminhos do mundo nos faria mais felizes, mas não podemos desistir. Temos que perseverar, continuar a caminhada mesmo com todas as dificuldades, com todas as pedras que encontramos pelo caminho e sermos firmes em nossos propósitos mesmo que venham ventos contrários como dizia Santa Paulina.

O caminho se faz caminhando, cabeça erguida e sem olhar para trás. Mas acontece que muitas vezes nos damos por satisfeitos com o percurso que já fizemos, com o pequeno trecho que já percorremos e nos esquecemos que ainda existe uma longa caminhada pela frente. E simplesmente paramos no meio do caminho achando que já é o suficiente, que já somos santos. Eu já vou à missa todo domingo, já comungo todo domingo, já me confesso uma vez por ano, já sou catequista a tanto tempo, ministro extraordinário da sagrada comunhão e acho que assim já está bom. Já estou fazendo muito e posso parar por aqui.

Muita gente pensa assim e comete um grande erro, pois, ao parar de avançar continuamente podemos retroceder. Se você já vai todo domingo na missa, comece a ir todo dia. Se você já reza o terço todo dia, comece a rezar o rosário, se você já se confessa todo mês, comece a se confessar toda semana, sempre avançando, pois ao parar corre-se o risco de retroceder, de começar a esmorecer, perder o ânimo e ir aos poucos trocando as virtudes pelos vícios, voltando aos poucos para aqueles pecadinhos de estimação, pecadinhos veniais, mas que em pouco tempo te levarão aos pecados graves e quando você se der conta já estará completamente atolado na lama e talvez esteja ainda pior do que quando começou.

Francisco de Assis apesar de já ter acumulado abundantes méritos nos tesouros do Senhor, estava sempre renovado, cada vez mais disposto para os exercícios espirituais. Achava que já era uma ofensa grave deixar de fazer alguma coisa boa, e que não avançar continuamente era retroceder.

Que Deus nos dê a graça de continuar, de avançar um pouco a cada dia, de nunca deixar de fazer o bem, de sempre buscar a santidade de vida para que a cada dia possamos dar mais um passo em direção à Deus e assim subir mais um degrau para o céu.

Que assim seja. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *