fundo parallax

Não é amigo de Cristo aquele não ama as almas que Cristo amava

E08T03 – Justificação e salvação
19 de fevereiro de 2018
E09T03 – Como ser um bom ou um mau catequista
26 de fevereiro de 2018
 


Não é amigo de Cristo aquele não ama as almas que Cristo amava

Francisco de Assis amava todas a criaturas, as plantas, o ar, o fogo, a água, o sol, a lua, as estrelas, os animais domésticos e selvagens e isso agrada muito os ecologinóides panteístas amigos de Leonardo Boff e Cia Ltda. Mas o que muita gente esquece ou finge esquecer é que acima de tudo Francisco amava a Deus e por isso respeitava todas as criaturas e as chamava de irmãs, mas entre todas as criaturas a mais importante para Francisco sempre foi o homem. Pois já que a força do amor tinha feito dele um irmão das outras criaturas, não nos admiraremos de que a caridade de Cristo tenha feito dele um irmão ainda maior daqueles que foram distinguidos pela semelhança com o Criador, ou seja, os seres humanos.

Façamos o homem a nossa imagem e semelhança, disse o Senhor. Portanto muito mais do que santo da ecologia, muito maior do que seu amor pelos animaizinhos estava a preocupação de São Francisco em salvar as almas. Isso realmente era importante para ele. Dizia que não havia coisa mais importante que a salvação das almas e o provava com freqüência ainda maior lembrando que o Unigênito de Deus dignou-se ser crucificado pelas almas.

Francisco era um homem de oração, passava longas horas rezando e tinha por muitas vezes êxtases profundos. Suas pregações, seu jejuns, seus exemplos de vida, tudo tinha como objetivo salvar as almas. E embora amasse todos os seres humanos e se preocupasse com a salvação de todos, amava de maneira especial, profunda, de todo o coração, os próprios irmãos, por conviverem da mesma fé e partilharem da herança eterna. E nós fazemos parte deste grupo que partilha a mesma fé que São Francisco. Nós somos por ele amados e é a cada um de nós que ele desejou a salvação da alma. Ele sempre dizia que tinha sido dado à Ordem como modelo, para ser como uma águia, animando seus filhotes a voar. Por isso Francisco (o de Assis é claro) é exemplo, espelho, modelo para nós. Nossa águia, da qual somos seus filhotes. Ensina-nos ó seráfico pai a voar. Voar direto para o céu. Entregando nossas vidas para a salvação das almas, amando a todos, pois não é amigo de Cristo aquele não ama as almas que Cristo tanto amou e ainda ama.

Que assim seja. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *