fundo parallax

Nossa subida espiritual atravessa um mundo de escuridão…

E30T03 – Pergunte e tretaremos I
23 de julho de 2018
Deus gosta da pluralidade das coisas.
23 de julho de 2018
 


Nossa subida espiritual atravessa um mundo de escuridão, mas o temor salutar faz-nos encontrar a Luz.



Ninguém gosta de cair, a queda é sempre algo negativo em nossas vidas. Quando meu filho de nove anos cai, independente se ele machucou-se ou não, e ele sempre cai, pois vive correndo e é muito desastrado, eu, ou a mãe dele, sempre damos uma bronca: “Eia, levanta seu pamonha, ‘tongo véio’, bicho burro”. E se ele diz que está doendo ainda acrescentamos: “Bem feito. É bom pra você aprender.” Outro dia quem caiu foi meu avô de oitenta e poucos anos, no meio da rua, ficamos muito preocupados, pois machucou a coluna e nessa idade as quedas são mais complicadas. Minha avó de setenta e tantos anos caiu em casa, dentro do apartamento, mas devido ao peso excessivo não conseguiu levantar sozinha e ficou por horas sentada no chão achando que ia morrer.

Às vezes, a queda é para nós um aprendizado, como com o seu filho de pouca idade. Caímos e levantamos amiúde e Deus sempre nos sustenta. Outras vezes a queda é mais perigosa, nos machucamos feio e colocamos toda a nossa família empenhada em nos ajudar a superar o trauma. E ainda, há alguns casos em que a queda é tão profunda que pensamos que vamos morrer. Independente do tipo de queda, ninguém gosta de cair. Queremos subir. Fomos feitos para o céu, para a excelência e com isso sempre miramos o alto. Queremos subir na vida, ascender. Subir é um prêmio. Você sobe de cargo na empresa, seu filho mais velho sobe de nível no vídeo game, os alunos querem subir de notas, passar de ano. Subir, degrau por degrau, nos colocar no mais alto, em destaque é o que todos almejam.

Zaqueu subiu na árvore para ver Jesus, o que nos faz pensar que nossa subida não pode ser apenas material. Subir na vida não pode ser apenas ter um bom emprego, uma boa casa e ganhar muito dinheiro. A subida tem que ser espiritual. Subir na vida da ascese, da oração, da contemplação. Não podemos nos contentar em ficar aqui em baixo, no raso, precisamos ir para águas mais profundas como nos mandou Nosso Senhor. Mas precisamos saber que nossa subida espiritual atravessa um mundo de escuridão, como nos diz padre Pio. É uma verdadeira batalha a vida do homem sobre a terra.

E não lutamos contra homens de carne e osso, mas contra os espíritos infernais. Se entra um assaltante na tua casa e ameaça tirar a tua vida, não é contra um ser humano que você está lutando, mas contra satanás e seus anjos que corromperam a sociedade, destruíram as famílias, desestruturaram tudo aquilo que foi feito por Deus para ser um mundo perfeito para nós e transformaram num caos. Se vemos cristãos sendo cruelmente torturados e assassinados por grupos terroristas do Estado Islâmico, é satanás e seus anjos que estão disseminando essa doutrina do ódio e intolerância no coração dos homens. E assim poderia citar dezenas de outros exemplos. O homem tem uma tendência para o pecado e é fraco. Satanás se aproveita dessa fraqueza e usa o ser humano em suas limitações, para fazer o mal.

Vivemos num mundo de escuridão e às vezes eu tenho a impressão de que tudo está de cabeça para baixo. Que houve uma inversão de valores e que nós, homens e mulheres de bem, conservadores, que defendemos a vida, a família, e os valores judaico-cristãos já não daremos conta de lutar, pois tudo está perdido. Porém Jesus não prometeu paraíso a ninguém nessa terra e nem disse que ia ser fácil. Quem quiser ser meu discípulo tome a sua cruz e siga-me, disse o Senhor. Nesta vida temos tribulações e são muitas. Atravessamos um vale de lágrimas e nossa subida espiritual passa por um mundo de extrema escuridão.

Mas nosso temor ao Senhor, que não tem absolutamente nada a ver com medo, mas sim com respeito, e principalmente com adoração, esse temor é salutar, ou seja é revigorante, restaurador e nos dá forças para perseverar, para prosseguir. Se você está cansado, desanimado, repouse no Senhor, pois Jesus tem um fardo leve e um jugo suave, peça ao Espírito Santo o dom da perseverança, a graça de continuar a lutar, continuar a subir na sua subida espiritual. E com esse temor salutar, padre Pio nos garante que encontraremos a Luz. E ele escreve a palavra Luz com letra maiúscula, o que significa que não está falando de uma luz qualquer, mas de Jesus. Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado e não criado.

Zaqueu que era baixinho e não conseguia ver o Senhor que passava por ali, porque a multidão lhe tirava a visão, subiu na árvore para ver Jesus. Ele enfrentou o mundo de escuridão e com temor salutar conseguiu ver a Luz. Que também nós, possamos ter a graça de perseverar, de não desistir, de nos reerguermos em cada queda e subirmos em nossa vida espiritual atravessando o mundo da escuridão para com temor salutar merecermos um dia, por graça da Luz vermos a Luz.

Que assim seja,

Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *