fundo parallax

Novena de Santa Cecília 7º dia

Novena de Santa Cecília 6º dia
18 de novembro de 2018
Da pregação do evangelho e do anúncio da paz
19 de novembro de 2018
 


Novena de Santa Cecília 7º dia



APERTE NO PLAY ACIMA PARA OUVIR A NOVENA


Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Santa Cecília, a padroeira dos músicos como é conhecida, encarnou como ninguém na história da Igreja não apenas o ideal da virgindade, mas também o da vigilância cristã. Levava sempre em seu peito o evangelho de Cristo e cantava a Deus em seu coração. Foi essa referência ao canto que a tornou padroeira dos músicos.
Mais tarde, Santo Agostinho apresenta o significado de cantar a Deus com arte e júbilo e o que é cantar com júbilo? É compreender que não se pode exprimir com palavras o que se canta com o coração. Assim que o seu coração exulte sem palavras e que a imensa extensão do júbilo não tenha limite de sílabas.
Com o ideal da virgindade, Cecília se consagrou a Deus de corpo e mente fazendo Dele o único Senhor de sua vida. Pela vigilância cristã cultivava a oração contínua na busca de rejeitar as obras das trevas e revestir-se das armas da luz.
São ideais que não perderam nem perderão a validade porque o cristão tem a missão de levar sempre o evangelho no coração como fez Santa Cecília.
Isso faz dela uma santa cujo exemplo e mensagem de vida continuam atuais, especialmente em nosso mundo secularizado, para o qual a força de um coração puro é sempre um valor a se propor e exaltar.

Sétimo Dia:
Cecília: uma existência inspiradora

Um pouco de história:
Os mais célebres pintores e escultores procuraram dar a santa Cecília a figura de artista, que a tradição lhe atribui. Uns a imaginaram cantando ou tocando harpa, cítara, rabecão. Outros se limitaram dar-lhe a pureza de linhas no rosto virginal, empunhando a palma simbólica do martírio, num fundo de emblemas musicais. O italiano Carlos Moderno século (XVI-XVII) esculpiu a famosa estátua da santa, caída e com o pescoço parcialmente cortado. Na festa anual, em sua homenagem (22 de novembro), que durante muito tempo se realizou em Paris, era de praxe estrear uma missa, composta especialmente para o evento por um músico famoso como Haendel, Clark, Gounoud, Sains-Saëns, Purcell. Entre os contemporâneos, o inglês Benjamin Britten escreveu uma “Ode a santa Cecília”.

Oração inicial:
Ó Santa Cecília, nossa admirável padroeira, rogai a Deus por nós. Que nossa vida seja um hino de louvor e gratidão e que não percamos a pureza de coração a qual nos permite ver Deus em nós mesmos e nos irmãos. Obtende-nos dele a graça de que hoje tanto necessitamos (fazer o pedido).

Pai- Nosso, Salve Rainha, Ave-Maria, Glória ao Pai...

Santa Cecília, rogai por nós.

Leitura Bíblica:
“Sabeis em que momento estamos: já é hora de despertardes do sono. Agora, a salvação esta mais perto de nós do que quando abraçamos a fé. A noite está quase passando, o dia vem chegando abandonemos as obras das trevas e vistamos as armas da luz” (Rm 13,11-12).

Oração final:
Ó Deus de amor, nós vos louvamos por nos terdes dado em Santa Cecília um exemplo admirável a ser imitado na observância da castidade e da vigilância cristã. Ela viveu com todas as forças as palavras do vosso amado Filho, Jesus: “Vigiai e orai, para não cairdes em tentação; pois o Espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26,41). Que ela seja nossa intercessora junto a vós, para que possamos crescer na santidade pela prática do amor solidário.

Para refletir:
“O Senhor disse a Josué: ‘Não temas nem te acovardes. Toma contigo todos os guerreiros, levanta-te e sobe a Hai! Vê, estou entregando em tua mão o rei de Hai, junto com o povo, a cidade e a terra. Trata a cidade e o rei conforme tratastes Jericó e seu rei’” (Js 8,1-2a)

E continuamos reunidos em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *