fundo parallax

Quanto mais se caminha na vida espiritual, mais se sente a paz que se apossa de nós

Deixe que vivam como quiserem!
11 de junho de 2018
E24T03 – Simplificando o Método de Ovulação Billings (MOB)
11 de junho de 2018
 


Quanto mais se caminha na vida espiritual, mais se sente a paz que se apossa de nós



A paz se apossa de nós, diz padre Pio. E Jesus nos disse no evangelho escrito por João, capítulo quatorze, versículo vinte e sete e seguintes: “Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se perturbe o vosso coração, nem se atemorize!” A paz que Jesus nos dá se apossa de nós e nós nos apossamos dela da mesma forma que Jesus se apossa de nós e nós nos apossamos dEle na Eucaristia. Senhor eu sou Teu e Tu és meu. Só Tu és dono de mim. Toma posse Senhor da minha vida. Que a Tua paz e não a paz do mundo, possa se apossar de mim, de cada um de nós e sabemos que, como nos diz padre Pio vamos sentindo que a Tua paz se apossa de nós a cada dia, quanto mais caminhamos na vida espiritual.

Existem certas igrejas católicas e eu poderia citar como exemplo, o Carmelo aqui em Itajaí e também a igreja matriz do Santíssimo Sacramento que nos transmitem uma paz interior incrível. Pode não estar acontecendo nada lá. Pode não ter missa, nem nenhuma outra celebração, mas basta adentrar no templo e ser tomado pela paz que vem de Cristo. E essa paz toma posse de nós de uma forma tão intensa que perdemos a noção da hora e não vemos o tempo passar. Quando estamos ajoelhados na Santa Missa diante do Sacrossanto Corpo de nosso Senhor Jesus Cristo também somos tomados por essa paz e deixamos de perceber tudo o que é exterior e sentimos somente o que é interior. Não nos damos mais conta do que está acontecendo ao nosso redor e nem ouvimos mais nenhum som, nenhum ruído exterior além da sineta tocada pelo coroinha, o som da nossa respiração e o bater do nosso coração que parece dizer: Jesus, Jesus, Jesus.

É dessa paz que padre Pio está falando e se ainda não conseguimos senti-la é porque não estamos caminhando com afinco na vida espiritual. Talvez nossa vida espiritual esteja estacionada. Talvez ela esteja até esfriando. Às vezes por nossa própria culpa, e outras pelo próprio ambiente que freqüentamos. Se costumamos sempre ir a missa em uma paróquia onde o padre é adepto da teologia da libertação e vive uma vida desregrada onde tudo já foi dessacralizado, é natural que você esteja esfriando ou até mesmo perdendo a fé, pois de alguma forma se deixa influenciar por esse ambiente paganizado.

Durante muito tempo eu procurei ir em igrejas diferentes, em cidades diferente, todas católicas claro, mas com a intenção de observar costumes das comunidades, hábitos e principalmente a qualidade da liturgia. E, portanto já conheço bem praticamente todas as igrejas de nossa região e sei que tipo de celebração irei encontrar em cada uma delas. Às vezes alguém me pergunta porque eu não vou nesta ou naquela igreja, pois afinal, não devemos ir à missa por causa do padre e sim por causa de Cristo. Eu concordo com isso, mas acredito que tenho o direito de participar de uma liturgia bem celebrada e por isso evito certos lugares onde sei que ao invés de ser apossado pela paz só irei me irritar e me aborrecer com os abusos litúrgicos e as ofensas à nosso Senhor.

Que assim seja

Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *