Como catequizar seus filhos em casa?

134

Nós católicos bem sabemos a dificuldade que nossas paróquias têm em oferecer um bom processo de formação catequética. A razão deste problema reside, claramente, na crise doutrinária pela qual passa a Igreja. Todavia, há, de igual forma, uma crise na Família, – existe uma clara ligação entre as duas crises (Família e Igreja), mas não cabe a este miserável que vos escreve dissertar sore isso no momento – e esta crise faz com que os pais não tenham interesse em formar seus filhos na fé, – missão que faz parte da vocação ao matrimônio – de modo que esta tarefa fica relegada somente aos catequistas, que em sua maioria já são frutos de uma má catequese, quando deveria existir um trabalho conjunto, sendo a catequese paroquial uma continuação do processo catequético iniciado no seio familiar.

Logo, não há o que discutir: os pais precisam catequizar seus filhos em casa! Mas, como? O que fazer? Como catequizar os filhos em casa? É o que veremos a seguir. 

Ensinem seus filhos a rezar

Um dos maiores problemas que os catequistas encontram em seus catequizandos – não fazendo diferença a fase do processo catequético em que estão – não é a falta de conhecimento em artigos da fé, o que também acontece, mas sim o fato deles não saberem rezar! E aqui não estou dizendo que eles não sabem rezar de maneira contemplativa. Digo e afirmo que não sabem rezar as orações básicas na vida de um católico. 

Diante disso, este é o primeiro conselho: ensinem seus filhos a rezar!

Comecem por ensinar as duas orações básicas na vida do católico: o Pai-Nosso e a Ave-Maria. Depois disso ensinem o Símbolo dos Apóstolos. Quando eles souberem estas três orações, poderão ser introduzidos à oração do Santo Terço, o que já pode ser conciliado com ensinamentos sobre a vida de Nosso Senhor e Nossa Senhora. 

Por último, mas o mais importante, acostumem seus filhos com o Santo Sacrifício da Missa, não deixe de levá-los, por mais que no começo isso possa ser difícil e um incomodo. A Missa é maior e mais importante oração na vida do católico e que graça é podermos nos unirmos a tão belo sacrifício desde a mais tenra infância. 

Vivam o tempo litúrgico em família

A Igreja, Mãe e Mestra, tem tempos propícios para que possamos crescer na fé, os tempos litúrgicos são uma grande graça que nós católicos recebemos e eles não devem ser vividos somente no seio paroquial e comunitário, mas, de igual modo, em família. E que catequese belíssima são pais que mostram aos seus filhos que nossas vidas devem ser guiadas de acordo com nossa fé. Pais que vivem os tempos litúrgicos em família terão filhos que bem entendem que Deus é o senhor da História, que bem entenderão o caminho traçado por Nosso Senhor nesta terra e saberão que os tempos do Advento, Natal, Tempo Comum, Quaresma e Páscoa devem ser vividos de maneiras e diferentes e que cada um destes tempo pode nos fazer crescer em aspectos diferentes de nossa fé. 

Preparem-nos doutrinalmente

O jeito mais simples de deixarmos nossos filhos serem engolidos pelo mundo é não atentarmos para o ensinamento da Sã Doutrina. Se com ensinamento, a vivência do católico no mundo já é um mar de lágrimas, sem ele torna-se impossível. É importante, pois, que os pais preparem seus filhos para a vivência da fé no mundo, por meio do ensinamento daquilo o que a Igreja ensina.

Para isso, os pais católicos têm disponíveis inúmeros meios, sejam livros, cursos on-line, programas de assinatura etc. Nestes meios, os pais encontrarão métodos para introduzirem, de maneira gradual e continuada, seus filhos na Fé Católica. 

Sigam o caminho dos santos

Para terminar, exorto aos pais a seguirem pelo caminho seguro: inspirem-se nos santos. Vocês não são os primeiros que irão educar seus filhos na fé, temos uma Igreja de 2000 anos com inúmeros exemplos de pais que criaram verdadeiros santos. O que seria de Santo Agostinho sem as orações de Santa Mônica? O que seria de Santa Teresinha sem os exemplos de seus santos pais, São Luís e Santa Zélia? Exemplos não faltam. Portanto, sigam os passos deles e ensinem aos seus filhos a fazerem o mesmo. Essa é catequese dos santos. Abandonem-se nos braços da Providência! 

Que tal um curso?

O professor Rafael Brodbeck e sua esposa Aline Rocha Brodbeck têm um curso fantástico que irá lhe auxiliar em todo este processo. O curso é recomendado para pais e filhos, mas também serve para avós, tios, padrinhos, amigos e todos aqueles que queiram ensinar alguém na fé da Igreja, seja em preparação para a Primeira Comunhão, seja como complementação ao curso de catequese da paróquia, ou até mesmo como um curso permanente de perseverança na fé.

O conteúdo:

O curso é dividido em oito aulas:

  1. Apresentação 
  2. A função dos pais como catequistas e o propósito da catequese no lar 
  3. Princípios pedagógicos aplicados à catequese no lar 
  4. Os temperamentos e como isso influencia no aprendizado da criança 
  5. Respeitando a maturidade da criança, mas incentivando-a a ir além 
  6. Como preparar um bom plano de aula 
  7. O conteúdo do livro de catequese e como tirar maior proveito dele 
  8. Preparando seus filhos para se confessar e comungar

Bônus:

  • Duas aulas exclusivas
  • E-book de apoio

O curso “como catequizar seus filhos em casa” vale a pena?

O conteúdo é de primeiríssima qualidade, fiel a doutrina católica e muito didático. Muitos de nós, certamente, ao adquirirmos para catequizar nossos pequenos, seremos nós mesmos os catequizados.

A responsabilidade dos pais na transmissão da fé cristã às crianças é fundamental. Faz parte dos votos matrimoniais, inclusive! É uma obrigação espiritual, teológica, moral e canônica. E este curso vem justamente nos auxiliar a cumprir este dever.

Rafael e Aline também são autores do livro Família Católica, Igreja Doméstica – Um Guia Prático Para a Vivência Cristã no Lar, possuem um conhecimento sólido da doutrina católica e estão, por todos os projetos que desenvolvem, mais que habilitados para nos ensinar.

Concluindo…

Vale muito a pena! Adquira agora mesmo neste link.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.