parallax background

Em todos os acontecimentos humanos aprenda a reconhecer e a adorar a Vontade Divina

E14T02 – Sacerdotes negros no tempo da escravidão
6 de abril de 2017
Não nos deixeis cair em tentação
6 de abril de 2017

Em todos os acontecimentos humanos aprenda a reconhecer e a adorar a Vontade Divina

No evangelho escrito por Marcos, capítulo três, versículo trinta e cinco, Jesus diz: “Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”. Mas como saber qual é a vontade de Deus? Como saber se o que estou fazendo hoje em minha vida é o que Deus quer pra mim? Claro que com muito jejum e muita oração e visitando Jesus frequentemente no santíssimo sacramento, vamos aumentando nossa intimidade com Deus ao ponto de ouvirmos a Sua voz e termos plena convicção do que Ele quer para cada um de nós, mas se simplesmente analisarmos a forma como as coisas acontecem naturalmente, tudo é a vontade de Deus. Se algo dá errado na sua vida, você pode até não entender naquele momento. Qual o motivo, qual a razão de ter passado por aquela situação, mas no tempo certo, no tempo de Deus, você acaba por compreender que tudo tinha um propósito, tudo tinha um ensinamento, algo que você precisava aprender para crescer espiritualmente.

Mas se tudo é vontade de Deus, será que estamos preparados para ela? Será que às vezes não nos revoltamos contra a vontade de Deus porque de fato preferiríamos que a nossa vontade fosse feita?

Padre Pio diz que em tudo precisamos reconhecer a vontade de Deus. É difícil. Principalmente quando essa vontade de Deus acarreta em perdas. Você ficou desempregado, por exemplo, era a vontade de Deus. Mas é difícil você entender, pois você não queria sair daquela empresa e você tinha contas a pagar. Somente muito mais tarde você percebeu que Deus te queria trabalhando em outro lugar, exercendo outro papel. A namorada te abandonou sem grandes explicações e você não entendeu nada, ficou perdido, desolado. Como aceitar que aquilo, que todo aquele sofrimento era vontade de Deus? Somente muito tempo depois você percebeu que ela não era a pessoa certa pra você e que Deus tinha reservado alguém especial para estar ao seu lado. Você teve uma briga feia com alguém da sua família, houve agressões verbais e todo mundo saiu ferido. Eu sei que é difícil compreender, mas era a vontade de Deus. Depois da briga veio a reconciliação e com ela muitos pontos que estavam pendentes foram resolvidos. Talvez se a briga não tivesse acontecido, também nunca teria sido aberta uma porta para o posterior diálogo. E quando se trata da perda de um ente querido? Como explicar que era a vontade de Deus?

Bem, existem mistérios que são insondáveis, coisas que são incompreensíveis para nós e que talvez só saibamos os porquês quando chegarmos nos céus. Mas padre Pio nos pede que além de reconhecermos, além de aceitarmos em todos os acontecimentos humanos a vontade de Deus, ele pede para que adoremos a vontade de Deus, porque a vontade de Deus certamente é o melhor para a nossa vida.

Que assim seja. Amém.

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *