parallax background

“Invoquemos sempre o auxílio de Nossa Senhora”

E39T03 – O surgimento das ideologias anticristãs
24 de setembro de 2018
E40T03 – Santa Teresa e o caminho da perfeição
1 de outubro de 2018

“Invoquemos sempre o auxílio de Nossa Senhora”

Nossa Senhora, a mãe de Jesus, é também nossa mãezinha do céu. Quando Jesus disse à João, que estava aos pés da cruz, “eis aí tua mãe” e disse a mãe: “eis aí teu filho”, Jesus então entregou sua mãe como mãe de todos os homens de boa vontade representados pelo discípulo amado. A partir daquele momento João a levou para morar consigo, ou seja a acolheu em seu coração. Se João a acolheu, por que nós não a acolheríamos? Maria foi a primeira que comungou, a primeira que carregou Jesus no coração e a única que a carregou em seu ventre. Foi do leite materno da virgem que Jesus se alimentou. O sangue de Maria corria nas veias de Jesus, portanto o sangue derramado na cruz também é o sangue de Maria.

Maria foi assunta aos céus. Jesus em sua infinita misericórdia não permitiu que o corpo de sua virgem mãe conhecesse a corrupção e a levou de corpo e alma para o céu de onde ela olha por todos nós, seus filhos. E como uma mãe amorosa e bondosa, ela intercede por nós, portanto podemos e devemos pedir o seu auxílio. Devemos nos colocar debaixo de sua proteção, pois a santa mãe de Deus não despreza nossas súplicas em nossas necessidades, mas sim nos livra de todos os perigos.

Sabemos que Jesus é o caminho, a verdade e a vida e que não há outro caminho, não há outro mediador entre o Pai e os homens. Mas Maria é mediadora sim. Mediadora entre Jesus e os homens. Será que é tão difícil entender? Pede à mãe que o Filho atende. Ela, com seu jeitinho de mãe, pode mais facilmente convencer o Filho de nos atender do que ao pedirmos direto para Ele.
Lembro-me de quando era criança e precisava pedir a autorização de meu pai para fazer alguma coisa. Eu logo desistia. Preferia não ter a tal coisa do que ter que falar com ele. Mas na maioria das vezes minha mãe fazia o papel de medianeira. Ela falava com ele e conseguia dele os favores que eu ou meus irmãos precisávamos. Assim também é a mãe de Jesus.

Ela ouve nossas preces, ela está viva nos céus e pode nos ajudar a obter as bênçãos que precisamos. Ela não é deusa, não é maior que Deus, mas é uma pessoa muito especial, sonhada por Deus antes mesmo de seu nascimento. Ela já nasceu imaculada e nunca pecou. Foi virgem antes, durante e depois do parto. E os protestantes insistem em dizer que ela foi uma mulher qualquer. Que Deus escolheu qualquer uma para ser mãe de seu filho e que quando Jesus nasceu ela cumpriu sua missão e não era mais necessária, como se Deus apenas a tivesse usado como uma coisa, um meio de trazer seu filho ao mundo. Quanta ignorância.

Padre Pio nos pede para invocarmos sempre o auxílio de Nossa Senhora. E não só para nós, mas principalmente para aqueles que nela não acreditam. Mas de uma coisa podemos ter certeza: no céu só entra católico. E todos serão recepcionados por Maria, a mãe de Jesus.

Nossa Senhora, auxílio dos cristãos, rogai por nós!

Que assim seja,

Amém.

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *