Jesus nunca está sem a Cruz, e a Cruz nunca está sem Jesus

41

Nosso Senhor Jesus Cristo disse: “Quem quiser ser meu discípulo, deixe tudo o que tem para trás, tome a sua cruz e depois me siga”. Somos discípulos da cruz. Não tem como seguir o mestre sem antes abraçar a cruz.

São Paulo na sua primeira carta aos Coríntios nos diz: “Os judeus pedem sinais milagrosos, os gregos procuram sabedoria; nós, porém, pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e insensatez para os pagãos”.

É triste perceber quantas comunidades eclesiais espalhadas por esse nosso Brasil, que se dizem cristãs, mas que se parecem mais com os pagãos narrados aqui por São Paulo, pois acreditam que pregar um Cristo crucificado é insensatez, tendo em vista que Jesus verdadeiramente ressuscitou dos mortos.

Claro que nós, cristãos católicos sabemos que Jesus ressuscitou e que Ele não está pregado na cruz e sim sentado a direita de Deus Pai todo poderoso de onde há de vir e julgar os vivos e os mortos, cujo reino não terá fim, como diz a oração do credo.

Mas quando Padre Pio diz que Jesus nunca está sem a cruz e a cruz nunca está sem Jesus ele quer dizer que são coisas que estão intimamente ligadas e que se você quer chegar a Jesus, se você quer ser discípulo dEle, é preciso abraçar a sua cruz de cada dia e amá-la assim como Jesus amou a Sua cruz.

É preciso morrer para o mundo, renunciar ao pecado e saber sofrer as demoras de Deus. Mas ao mesmo tempo saber que a cruz não vem sozinha, o sofrimento, a dor, não vem sozinhos, pois como disse Padre Pio, a Cruz nunca está sem Jesus.

Que assim seja.

Amém.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.