parallax background

Não saiam por aí vendendo seus corpos como um produto

15 de março de 2017
E11T02 – Evite as piriguetes
15 de março de 2017
Fique tranquilo com relação a seu espírito…
15 de março de 2017

Francisco de Assis, a fim de ensinar aos frades a não cobiçarem as mulheres por sua beleza conta-lhes uma parábola: “O rei mandou dois servos para enviarem uma mensagem à sua esposa, a rainha, primeiro um, depois outro. Um voltou e depois de fazer o relatório ao rei, teceu comentário a respeito da beleza da rainha e o outro elogiou apenas a inteligência da rainha e ao ser perguntado se ela era ou não bonita, respondeu que isso só cabia ao olhar do rei”.

Nós também hoje me dia, muitas vezes nos deixamos levar apenas pelas aparências, apenas pela beleza física. E toda a nossa sociedade contribui para isso, com comerciais em que a beleza e a nudez das mulheres é exposta a todo o momento. As mulheres se vestem de forma inadequada expondo seus corpos que deveriam ser vistos apenas por seus maridos, provocando desta forma os homens e os levando a pecar.

Então o que fazer? Seguir os conselhos de São Francisco: Evitar conversas frívolas, evitar falar com elas olhando nos olhos e hoje em dia eu diria ainda: evitar olhar para seus corpos expostos. Deve ser feito todo um trabalho de conscientização que deve brotar nas famílias para que as mulheres se valorizem e não saiam por aí vendendo seus corpos como um produto, como se fosse uma peça de carne exposta no açougue. Mas enquanto isso não acontece, devemos mostrar o nosso descontentamento. Não devemos aprovar esse tipo de comportamento, nem ser coniventes com ele.

Os padres deviam ensinar as mulheres a se vestirem adequadamente na missa. Os professores deveriam ensinar as aulas a se vestirem adequadamente na escola, e assim por diante. Mas o fundamental mesmo é a família.

Muitas vezes quando as alunas costumam se vestir mal na escola (não usam uniforme, ou o modificam cortando um pedaço da bermuda, por exemplo) as mães são chamadas pela orientação educacional, só que essas mãe aparecem na unidade escolar também mal vestidas e com roupas curtíssimas, e aí percebemos de onde vem o mau exemplo.

Na parábola contada por Francisco, podemos imaginar como a Rainha se apresentou bem vestida. E como um dos mensageiros conseguiu ver a inteligência da rainha enquanto o outro só reparou em sua beleza física. O problema aqui, claramente estava na falta de castidade do olhar do mensageiro. Agora, imagine se a rainha se apresentasse com um shortinho e de barriga de fora, com um grande decote como acontece em nossos dias. Muito provavelmente teria corrompido os dois mensageiros.

A mulher precisa se vestir adequadamente, escondendo o corpo para mostrar o que realmente deve ser mostrado: sua inteligência, seu caráter, sua índole. A beleza física passa e um dia acaba. E o que vai restar? Você, homem que vai a estas baladas atrás de uma ‘piriguete’, como se diz, sabe que não é mulher pra casar. É pra usar. Usar por uma noite e depois jogar fora. É triste, mas é a realidade. Elas não se valorizam e assim perdem realmente o valor.

Mulher: valorize-se. Esconda seu corpo. Não estou dizendo aqui que você deve usar uma burca. Mas existem muitas formas chiques e elegantes de se vestir sem mostrar demais. Mostre aquilo que deve ser mostrado. Seu sorriso, sua alma, sua inteligência, a sua personalidade.

Homem: Evite as piriguetes. Valorize-se também, não ficando com qualquer uma, mas escolhendo em Deus aquela que será a sua esposa e mãe dos seus filhos.

Que assim seja.

Amém.

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *