fundo parallax

Não se dedique totalmente a atividade de Marta a ponto de esquecer o silêncio e o abandono de Maria

Desprezar-se a si mesmo
25 de fevereiro de 2019
E10T04 – Pergunte e tretaremos V
4 de março de 2019

Não se dedique totalmente a atividade de Marta a ponto de esquecer o silêncio e o abandono de Maria (Padre Pio)

Padre Pio aqui faz menção ao evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo que narra a visita que Jesus faz a casa de Marta e de Maria, as duas irmãs. Quando Marta está preocupada demais com as coisas do mundo e ocupada demais com os serviços da casa reclama de Maria e pergunta ao mestre se Ele não se importa de Maria estar aos pés dele, ouvindo-o falar e consequentemente sem ajudá-la. Mas Jesus replica que Maria escolheu a melhor parte e essa não lhe será tirada.

O que acho fantástico na frase de padre Pio de hoje é a sensatez. O equilíbrio. Precisamos fugir do extremismo. Muitas vezes ouvi homilias de padres que apenas ressaltam a ideia de que devemos agir como Maria e não como Marta. Mas será que Marta estava totalmente errada?
Vou citar um exemplo simples: Quando você meu irmão, minha irmã, vai participar de um retiro na igreja, um encontro, um congresso. Enquanto você está buscando as coisas do alto, por trás há toda uma equipe preocupada com alimentação, a limpeza, a acomodação das pessoas e etc.

Quando padre Pio diz: Não se dedique totalmente a atividade de Marta a ponto de esquecer o silêncio e o abandono de Maria, ele não está dizendo que não devemos nos dedicar as atividades de Marta. Devemos sim. Mas na medida certa. Sem que elas nos impeçam de agirmos como Maria.
Então o que seria o ideal? Ser um pouco de Marta e um pouco de Maria. Cuidarmos do corpo, mas também do espírito. Tudo de forma moderada.

Que assim seja,

Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *