parallax background

Quando ofendemos a justiça de Deus, apelamos à Sua misericórdia.

E20T03 – Marxismo Cultural: uma breve visão histórica
14 de maio de 2018
E21T03 – Combatendo o bom combate contra os absurdos do mundo moderno
21 de maio de 2018

Quando ofendemos a justiça de Deus, apelamos à Sua misericórdia. Mas se ofendemos a Sua misericórdia, a quem podemos apelar? Ofender o Pai que nos ama e insultar quem nos auxilia é um pecado pelo qual seremos severamente julgados

Sabemos que o Senhor é bom e justo. E é justo que muitos de nós sejamos severamente punidos pelos nossos pecados. Quando seu filho faz algo de muito errado e você o deixa de castigo, considera que aquele castigo seja justo e que você está o castigando porque o ama, ou seja porque é bom para ele. Mas às vezes deixamos de castigar e trocamos o castigo por uma conversa mais severa, isso porque somos misericordiosos.

Misericórdia significa um sentimento de dor e solidariedade com relação a alguém que sofre uma tragédia pessoal ou que caiu em desgraça ou erro. Como quando alguém faz algo errado e você se compadece, pois sabe que o erro não foi cometido por maldade, mas porque a pessoa é fraca e limitada. Assim Deus age conosco. Ele é misericordioso, pois olha para a nossa fraqueza, a nossa pequenez. Padre Pio diz que quando ofendemos a justiça de Deus, apelamos para a Sua misericórdia, ou seja, quando pecamos, sabemos que é justo pagarmos pelos pecados, quando ofendemos a justiça de Deus sabemos que seremos severamente julgados e que este julgamento é merecido, mas mesmo assim apelamos para a Sua misericórdia.

Quando estou caminhando em direção à Jesus Sacramentado para recebê-lo na fila da comunhão rezo baixinho: “Senhor eu não sou digno de me aproximar do teu altar, por causa dos meus muitos e graves pecados, mas conto com a Tua misericórdia, pois nesta vida só tenha uma certeza, a de que sem Ti nada sou e nada serei”. E de fato, devemos confiar na misericórdia de Jesus. Acreditar que a misericórdia irá triunfar o juízo e isso Santa Faustina nos ensina muito bem em seu diário. Jesus disse a Santa Faustina e ela assim registrou em seu diário: “És a secretária da Minha misericórdia. Eu te escolhi para essa função nesta e na outra vida”. “A tua tarefa é escrever tudo que te dou a conhecer sobre a Minha misericórdia para o proveito das almas, que lendo estes escritos experimentarão consolo na alma e terão coragem de se aproximar de Mim”.

E é confiando na misericórdia que nos reaproximamos de Jesus ao invés de dar as costas para Ele envergonhados por nossos pecados. Mas se ofendemos a Sua misericórdia, a quem podemos apelar? – diz Padre Pio.
Ofendemos a misericórdia de Deus quando não confiamos nela, quando achamos que já estamos condenados e assim nos afundamos cada vez mais no pecado e levamos mais gente conosco. Este é o pecado contra o Espírito Santo do qual Jesus se referiu nos evangelhos. Pecado que não tem perdão. Pecado pelo qual seremos severamente julgados.

Que assim seja

Amém

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *