parallax background

Que Maria sempre enfeite sua alma com as flores e o perfume de novas virtudes.

E28T02 – O envolvimento dos Católicos nas manifestações de Selma
12 de julho de 2017
O contrário da humildade é a soberba.
12 de julho de 2017

Que Maria sempre enfeite sua alma com as flores e o perfume de novas virtudes.

Vamos dividir este pensamento de padre Pio em duas partes. A primeira parte diz: “Que Maria sempre enfeite sua alma com as flores e o perfume de novas virtudes e coloque a mão materna sobre a sua cabeça”. Como anda a nossa alma? Com o que alimentamos nossa alma? Com virtudes ou com vícios? Às vezes parece que fazemos tudo errado não é mesmo? Às vezes quando paramos para examinar nossa consciência nos damos conta de como temos dado cabeçadas. Que bom seria poder dar uma pausa e repousar no colo de uma mãe bondosa e carinhosa que nos acolhesse e nos entendesse em nossas limitações, em nossas fraquezas e em nossa pequenez, não é mesmo? Mas podemos fazer isso sim. Experimente entrar em seu quarto, fechar a porta, com as luzes apagadas, acender uma vela, colocar-se de joelhos e rezar o terço sem pressa, recitando em voz alta cada Ave Maria. Você vai perceber que nossa mãezinha do céu não deixa nenhum filho desamparado. Ela vai vir ao teu encontro, colocar suas doces mãos sobre tua cabeça e enfeitar tua alma com as flores e o perfume de novas virtudes.

A segunda parte da frase diz para ficarmos sempre e cada vez mais perto de nossa Mãe celeste, pois ela é o mar que deve ser atravessado para se atingir as praias do esplendor eterno no reino do amanhecer. E novamente, eu insisto: reze o terço. Não há forma mais bonita de se aproximar da Santa Mãe de Deus do que através desta simples oração. Cada Ave Maria recitada com coração é um rosa que depositamos na coroa da virgem santíssima. Quanto mais perto de Maria estivermos, mais perto de Jesus estaremos. Onde está a mãe, ali também está o filho. Padre Pio diz que Maria é como um mar que precisamos atravessar para chegar à praia, ou seja só através de Maria que entraremos no céu. Ela é medianeira, co-redentora, mãe do salvador.

Às vezes sinto muita pena de nossos irmãos afastados, pseudo-evangélicos que não conseguem entender o papel da virgem Maria no projeto de Salvação de Deus. E mais pena ainda daqueles que a rejeitam e a maltratam. Mas carrego comigo uma certeza, no céu só entra católico e para ser católico é necessário aprender a amar a Mãe de Deus assim como Jesus a ama. E por essa certeza eu sei que um dia todos os cristãos deverão aceitar Maria como mãe.

Que assim seja. Amém.

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *