Recomendações para a Black Friday

168

Sabemos muito bem que a Black Friday tem um lado muito negativo por criar nas pessoas necessidades artificiais e influenciar o consumismo desenfreado. É preciso ter cuidado e prudência; mas isso não significa que em nada possamos aproveitá-la.

Para todos os que nos acompanham e que são detidos à leitura, separamos dez obras, que estão com um bom desconto, e que certamente serão leituras edificantes para o nosso desenvolvimento intelectual e para o nosso crescimento na fé. Segue a lista:

História da Igreja de Cristo

Black Friday

A coleção História da Igreja de Cristo oferece luzes que decifram e completam muitas vezes os fenômenos históricos universais, iluminando em profundidade as raízes secretas do agir e do acontecer humano. Daniel-Rops, da Academia Francesa, nesta obra já traduzida para os principais idiomas do mundo, apresenta-nos a vida da Igreja desde o dia da sua fundação até os tempos atuais. A História da Igreja de Cristo não é uma obra dirigida apenas a especialistas, mas a todo o leitor que vê na História uma fonte de aprendizado e de conhecimento profundo da alma humana. O estilo amável, que se detém com gosto no episódico e no biográfico, ao mesmo tempo em que revela os traços principais de cada época, facilita a compreensão dessa Instituição única, ponto de referência de toda a evolução humana. Instituição divina, a Igreja é na sua história um painel fascinante da luta entre Jacó e o Anjo, dos combates entre a mensagem de Deus e a sua encarnação em homens, movimentos e instituições, com o seu cortejo de vitórias e derrotas, mas sempre a caminho de um destino situado para além deste mundo.


O Melhor de Chesterton 

Black Friday

Este kit reúne as 4 obras mais populares e importantes do escritor inglês Gilbert Keith Chesterton. “Hereges” é uma obra em que Chesterton esboça a própria filosofia ao identificar os pontos fracos nas filosofias de seus contemporâneos. Um “herege”, explica, é “um homem cuja visão das coisas tem a audácia de diferir da minha”. Sua crítica não se limita à análise de autores específicos. Tem um sentido mais geral. Partindo da análise dos erros de um conjunto heterogêneo de escritores modernos, explica o que considera estar errado com o pensamento do mundo moderno. Em “O que há de errado com o mundo”, Chesterton, observando uma sociedade em visível processo de desagregação, se propõe a compor um diagnóstico que em nada agradará ao doente completamente cego para seus próprios problemas: Desvinculado de sua verdadeira vocação, que é divina, o homem preso aos limites humanos, vendo apenas o horizonte estreito da vida material, perde também o sentido da ética. Em “Ortodoxia”, Chesterton narra o processo de sua conversão ao catolicismo. Navegando pelo mar do seu vasto conhecimento, Chesterton nos mostra sem nenhum moralismo ou rigidez o caminho para se entender o problema de Deus na modernidade, livrando o leitor dos preconceitos e lugares comuns dos últimos séculos. “O Homem Eterno”, é uma resposta do escritor ao livro de H. G. Wells “Outline of History”, no qual este descreve a história do mundo como uma simples evolução animal e retrata Jesus Cristo como um homem normal, distinto dos outros apenas por possuir imenso carisma.


Ser Cristão na Era Neopagã

Black Friday

Neste primeiro volume consta uma rica amostra da variedade de temas sobre os quais o teólogo Joseph Ratzinger discorreu: a exegese bíblica, a formação sacerdotal e o fundamento bíblico do sacerdócio, bem como a identidade e o papel dos leigos, a função do teólogo e do magistério eclesial, o ecumenismo, a questão da verdade e da consciência, a Encarnação do Verbo, a atualidade de Santo Agostinho, a natureza e as diferentes formas de liturgia – entre outros. Esses textos são de considerável relevância não só aos fiéis que buscam aprofundar seus conhecimentos a respeito da própria fé, mas também a todo estudante sincero que esteja procurando uma orientação espiritual consistente em meio às alternantes correntes de pensamento e ação do nosso mundo moderno.


Compêndio de Teologia Ascética e Mística

Black Friday

Nova tradução do Compêndio de Teologia Ascética e Mística do Pe. Tanquerey O Compêndio do Pe. Tanquerey é um clássico da espiritualidade católica em todo o mundo. Nessa nova tradução, o texto foi atualizado e as citações em latim têm agora versão em Língua Portuguesa. Também foram acrescentadas algumas atualizações por meio de notas explicativas que fazem referência à Doutrina da Igreja. Trata-se de uma obra indispensável, pois percorre todas as etapas do progresso espiritual, desde o princípio, quando se adere à fé, até os mais altos graus de santidade e união mística com Deus. Os fundamentos se encontram nos princípios teológicos de Santo Tomás de Aquino, considerando sempre os conselhos dos santos doutores místicos como São João da Cruz, Santa Teresa de Ávila e São Francisco de Sales, além dos ensinamentos das principais escolas de espiritualidade da Igreja Católica. Sobre o autor: foi um sacerdote francês (1854-1932), professor de Direito Canônico e Teologia Dogmática, além de ser autor de inúmeras obras de espiritualidade. Foi membro da Companhia dos Padres de São Sulpício que surgiu na França, em 1641, com a missão de auxiliar na formação inicial e permanente dos sacerdotes. As obras do Pe. Tanquerey carregam esse espírito pedagógico.


Sobre O Livre-arbítrio

Black Friday

De libero arbitrio é um livro em três volumes escrito por Santo Agostinho no período de 387-395 d.C., em Roma, logo após ter sido batizado. Trata-se de uma profunda investigação filosófica a respeito da liberdade humana e da origem do mal moral, que se desenvolve brilhantemente na forma de um diálogo entre Agostinho e seu irmão na fé Evódio, posteriormente sagrado bispo de Upsala, na África. Com o passar dos séculos, a obra tornou-se leitura fundamental no campo da filosofia, não só porque explica racionalmente a origem do pecado, fundamentando-o no abuso da liberdade, mas também porque apresenta, no Livro II, uma prova inconteste da existência de Deus por via puramente racional. Praticamente nenhum comentador medieval ou posterior que tenha se lançado sobre essas mesmas questões prescindiu desta investigação de Santo Agostinho. Dado que são temas atemporais, também hoje se pode afirmar com segurança que a leitura de De libero arbitrio é fonte certa para aprendizados valiosos e sempre novos.


Relatos de um peregrino russo 

Black Friday

De passagem sobre essa terra, é preciso descobrir o sentido dessa caminhada e desse cansaço que, por vezes, nos assalta nesta ou naquela curva da estrada. Talvez estejamos, assim como ele, decepcionados pelas palavras, elas nos prometem um tesouro que, simultaneamente está ao nosso alcance, mas que não conseguimos alcançar. Este é um livro apaixonante e acessível a todos.


Enchei Estes Corações

Black Friday

Esse livro é sobre desejo. Não desejos triviais. Não vontades superficiais. Esse livro é sobre a energia atômica de nossas almas – aquele “anelo” e anseio universais que, enquanto seres humanos, sentimos por algo. Esse desejo não foi inscrito apenas nos corações: também em seus corpos, homens e mulheres experimentam um chamado a algo que os realize plenamente. O desejo humano contém em si o desejo sexual. Podemos, portanto, nos perguntar: qual o sentido da sexualidade na busca por algo que encha nossos corações?


A Alma de Todo Apostolado

Black Friday

Esta obra apresenta de forma clara e simples alguns elementos do acompanhamento espiritual: as razões, o fundamento, a importância, as disposições e o modo específico de realizá-lo. A direção espiritual não é algo reservado a poucos, mas um meio de santificação para todo cristão, um caminho seguro muito recomendado pela Igreja. Nela, é o próprio Deus que nos faz um convite para não caminharmos sozinhos, para escutarmos a Sua voz e ser ouvidos por Ele. É o próprio Deus que nos diz: Conta Comigo.


A Vida Intelectual. Seu Espírito, Suas Condições, Seus Métodos.

Black Friday

“É até difícil, para mim, explicar a influência que esse livro teve na minha vida. O mínimo que posso dizer é que ele decidiu o curso da minha vocação. Ao lê-lo, já nem lembro quantas décadas atrás, percebi, com horror, que os princípios mais básicos e incontornáveis da vida intelectual haviam desaparecido completamente da consciência nacional, ocasionando a usurpação de praticamente todos os postos da alta cultura e da educação por charlatães, tagarelas e carreiristas desprezíveis, que nada tinham a oferecer às jovens gerações senão uma caricatura horrenda da inteligência, da ciência e das artes”. — do prefácio de Olavo de Carvalho “Será um bom momento para reeditar um escrito como este? Quando o universo está em chamas, será oportuno lançar na fornalha páginas para serem consumidas, em vez de formar uma equipe e ajudar a bombear água? Mas se o presente é penoso e desconcertante, não devemos, no meio de tudo isso, preocuparmo-nos com o futuro? O futuro não depende principalmente da força, mas do pensamento. Depois de atrozes demolições será necessário reconstruir. Eis porque reeditamos este trabalho”.


Didascalicon. Sobre a Arte de Ler.

Black Friday

O que aqui se oferece ao leitor é uma obra rica e profunda, que por muito tempo constituiu um dos pilares da educação cristã. Neste Didascalicon sobre a arte de ler, o mestre Hugo de São Vítor apresenta as artes liberais e orienta seus alunos mostrando o que devem ler, em que ordem e, especialmente, de que modo devem fazê-lo. Tendo como base a tradição e as Sagradas Escrituras, sua pedagogia visava formar os estudantes para alcançarem a contemplação, o último grau da Sabedoria — com a qual “tem-se um antegosto nesta vida do que será a recompensa futura” —, uma formação integral que proporcionasse a união com Deus. Colocando o foco da educação no próprio estudante, este modelo da educação cristã não é um livro sobre como ensinar, mas sim sobre como aprender; não é um tratado de didática, mas uma verdadeira aula a todo aquele que deseje percorrer o caminho que conduz à Sabedoria. “Existem principalmente duas coisas por meio das quais alguém é conduzido ao conhecimento, a saber, a leitura e a meditação, das quais a leitura vem em primeiro lugar no aprendizado, e é sobre ela que se ocupa esse livro, oferecendo os preceitos da arte da leitura. São três os preceitos mais necessários à leitura: primeiro, saber o que se deve ler; segundo, em que ordem se deve ler, isto é, o que vem antes e o que vem depois; terceiro, de que modo se deve ler. Este livro trata destes três preceitos, separadamente. Assim sendo, ele instrui tanto sobre a leitura dos escritos profanos quanto sobre a dos divinos”. Edição bilíngue Latim-Português Tradução e notas: Roger Campanhari.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.