parallax background

São Francisco de Assis e a liturgia das horas

20 de fevereiro de 2017
E29T01 – Os chatonildos de Trento
20 de fevereiro de 2017
E30T01 – A Igreja na Coreia
21 de fevereiro de 2017

Hoje em dia há uma inversão de valores tão grande, que pessoas dizem que não tem tempo para rezar, mas, por outro lado, tem tempo para fazer tantas outras coisas, não é mesmo? Tempo é uma questão de prioridade. Se você não tem tempo para Deus, gasta seu tempo com esterco. Deveríamos rezar o dia inteiro. Transformar o nosso dia desde o nascer até o pôr do sol em uma oração. A igreja nos ajuda a rezar e a santificar o dia indicando as horas canônicas a serem rezadas. Hoje vamos lembrar de como São Francisco rezava as horas canônicas e aconselhava os frades a rezarem.

Tomas de Celano nos conta que São Francisco rezava as horas canônicas com devoção e não menor respeito. Mesmo doente dos olhos, do estômago, do baço e do fígado, negava-se a se encostar no muro ou na parede durante a salmodia. Rezava as horas em pé e sem capuz, sem vaguear os olhos e sem interrupções. Quando viajava a pé, sempre parava para recitar o ofício. Se estava a cavalo, apeava.

Talvez ao lermos aqui este pequeno trecho da vida de São Francisco, mas tão significativo, alguém em casa possa nem saber do que estamos falando. Horas canônicas? Afinal o que é isso? É o ofício das leituras ou liturgia das horas. Rezar os salmos com suas antífonas para assim santificar as horas do dia. Tem gente que acha que rezar as horas canônicas é oficio só para os padres e por isso não se interessa por ela. Francisco de Assis não era padre. Sabemos que ele foi diácono, mas não rezava só por ser diácono, pois os outros frades que não eram ordenados também rezavam. O pior é que em nossos dias até os padres estão deixando de rezar.

A liturgia das horas está dividida em vários momentos durante o dia. As Laudes, trata-se da oração da manhã, o horário exato varia geralmente entre cinco e seis horas da manhã. A hora terça por volta das nove horas da manhã. A hora média ao meio dia. A hora sexta por volta das três horas da tarde. As vésperas que vária entre cinco e seis horas da tarde e as completas a noite antes de dormir.

Confesso que na correria do dia-a-dia de um franciscano secular que vive inserido no mundo e tem seu trabalho, sua família, suas tarefas para realizar é muito complicado rezar todas as horas canônicas como fazia nosso seráfico Pai Francisco, mas procuro todos os dias rezar ao menos as laudes, as vésperas e as completas e posso dizer com toda certeza o quão maravilhoso é. A riqueza dos salmos, das orações, dos hinos, dos cânticos evangélicos, das preces, tudo isso eleva a nossa alma. Muitas vezes prefiro rezar os salmos cantando em gregoriano o que enriquece ainda mais a oração. Hoje em dia nós temos além do ofício impresso, a versão online na internet e também aplicativos no celular, que nos permitem rezar em qualquer lugar, a qualquer momento. Francisco rezava as horas canônicas com muita devoção. Sempre de pé. Se estava viajando apeava do cavalo e ficava ali parado, rezando. Ao ler este texto novamente depois de tantos anos, percebo o quanto fui relaxando com o passar do tempo.

Você que outrora só rezava as horas canônicas em pé, hoje as reza sentado. Você que só recitava em voz alta, cantando em gregoriano, hoje só reza mentalmente, pois é mais rápido e dá menos trabalho. Todos os dias aprendemos com São Francisco de Assis e ele desperta em nós o desejo de sermos pessoas melhores. Agora você ficou com vontade de voltar a rezar em pé, em voz alta, cantar os salmos e não só as laudes, as vésperas e as completas, mas todas as horas. Que Deus possa te ajudar a cumprir este propósito, pois se o corpo tem uma hora de descanso para tomar o alimento que, como ele, vai ser pasto dos vermes, com que paz e tranqüilidade deve a alma tomar seu alimento, que é o seu Deus, não é mesmo?

E quanto a você, amigo ouvinte, já reza as horas canônicas? Que tal começar hoje mesmo? Você não tem o oficio impresso em casa, acesse na internet no endereço http://liturgiadashoras.org/ ou baixe o aplicativo Liturgia das horas no seu celular. E você vai ver que transformação maravilhosa acontecerá em sua vida, pois você estará rezando junto com toda a Igreja. Com irmãs, monges, frades, diáconos, padres e bispos do mundo inteiro a mesma oração, uma única voz. Que coisa espetacular! Convide outras pessoas para rezarem também. Quantas pessoas de sua paróquia conhecem e rezam a liturgia das horas em seu grupo de oração, movimento ou pastoral? Vamos fazer parte deste exército que recita os salmos nesta belíssima e antiguíssima tradição da Igreja.

Que assim seja.

Amém.

Os Cooperadores
Os Cooperadores
Apologética Católica pela Hermenêutica da Continuidade. Apostolado pertencente ao Centro de Estudos São Francisco de Sales, de Itajaí/SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *