Sejam como pequenas abelhas espirituais, que levam para sua colmeia apenas mel e cera. Que, por meio de sua conversa, sua casa seja repleta de docilidade, paz, concórdia, humildade e piedade

122

Que notável sabedoria e simplicidade de Padre Pio. Ele nos aconselha a sermos como abelhas espirituais. Levar para a nossa colmeia, a nossa casa apenas o mel e a cera. Talvez Padre Pio não entendesse muito de apicultura, talvez ele não fosse um grande biólogo.

Talvez ele não soubesse que o mel é produzido com o néctar que as abelhas colhem nas flores e que a cera é uma secreção glandular, pois as abelhas engolem e digerem o mel; transformam o alimento em gordura e, em 24 horas, já estarão fornecendo cera. Portanto a abelha não leva para a sua colmeia mel e cera, ela leva néctar das flores e transforma este néctar em mel e este mel em cera.

Mas Padre Pio certamente sabia que para produzir o mel, para produzir a cera, necessário é uma transformação no interior da abelha. Sermos abelhas espirituais significa justamente que é necessária uma mudança de atitude, uma conversão de vida, uma transformação interior. Quantas pessoas, que vivem a se queixar da vida, reclamam de tudo, estão sempre a murmurar não é mesmo? Estas pessoas estão colhendo o que? Nós devemos colher o néctar da vida. O néctar das dádivas de Deus. De tudo de bom que Deus nos dá. O sol que nasce todas as manhãs, e a chuva que lava a terra e dá de beber as plantas.

Todos os dons e talentos que Deus distribui abundantemente a cada um de nós. Esse é o néctar. Vamos colhê-lo. E vamos transformar em mel. Ou seja, em uma vida mais doce. Em sorrisos, em gentilezas. Vamos adoçar a nossa vida e a vida das pessoas que nos cercam, vivendo a cada dia a paz e o bem. Mas também, engolindo este mel, como abelhas espirituais, possamos produzir a cera.

A cera é usada na construção das colmeias. A cera representa algo de sólido, de concreto. Fazer o bem. Transformar a nossa fé em obras. Edificar o reino de Deus no coração das pessoas. E por fim, Padre Pio nos diz que, por meio da nossa conversa, a nossa casa deverá ser repleta de docilidade, paz, concórdia, humildade e piedade. Claro, se colhermos o néctar que vem de Deus e com ele transformarmos a nossa vida e contagiarmos a vida das pessoas que nos cercam com boas obras de evangelização e caridade, sem dúvida nenhuma, a nossa casa e o nosso coração estarão transbordantes de docilidade, paz, concórdia, humildade e piedade.

Portanto, meu irmão, minha irmã, não se esqueça: abelhas espirituais. Que produzem mel. Que produzem cera. Que transformam a vida em algo doce. E que realizam obras concretas do amor de Deus.

Que assim seja. Amém.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.