Conheça, ame, viva e defenda a Fé Católica

Te Deum em Português e Latim

523

Te Deum — Português

A vós, ó Deus, nosso louvor!
Nós vos aclamamos: sois o Senhor!
A vós, Pai eterno, o hino do universo.
Diante de vós prosternam-se os arcanjos,
os anjos e os espíritos celestiais;
eles vos dão graças, vos adoram e cantam:
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo; o céu e a terra estão cheios de vossa glória.
É a vós que os apóstolos glorificam,
a vós que os profetas proclamam,
de quem os mártires dão testemunho;
é a vós que, pelo mundo inteiro,
a Igreja anuncia e reconhece.
Deus, nós vos adoramos:
Pai infinitamente santo,
Filho eterno e bem-amado,
Espírito de poder e de paz.
Cristo, filho do Deus vivo,
ó Senhor da glória,
não temestes tomar um corpo
no corpo de uma virgem
para libertar a humanidade cativa.
Por vossa vitória sobre a morte
abristes a todos os crentes
as portas de vosso Reino;
vós reinais à direita do Pai
e vireis para o julgamento.
Mostrai-vos o defensor e o amigo
dos homens salvos por vosso sangue:
tomai-os com todos os santos
em vossa glória e em vossa luz.
Salvai o vosso povo, abençoai essa herança.
Velai sobre ela, guardai-a sempre. Quero abençoar-vos todos os dias, Louvar o vosso nome agora e sempre. Guardai-nos sem pecado neste dia. Tende piedade de nós, Senhor, tende piedade de nós!
Senhor, que o vosso amor vele sobre nós! Assim como pomos em vós nossa esperança!

Te Deum — Latim

Te Deum laudámus: te Dóminum confitémur.
Te æternum Patrem omnis terra venerátur.
Tibi omnes Angeli, tibi cæli et univérsæ potestátes;
Tibi Chérubim et Séraphim incessábili voce proclámant: Sanctus, Sanctus, Sanctus Dóminus Deus Sábaoth. Pleni sunt cæli et terra maiestátis glóriæ tuæ.
Te gloriósus Apostolórum chorus,
Te Prophetárum laudábilis númerus,
Te Mártyrum candidátus laudat exércitus.
Te per orbem terrárum sancta confitétur Ecclésia. Patrem imménsæ maiestátis;
Venerándum tuum verum et únicum Fílium;
Sanctum quoque Paráclitum Spíritum.
Tu, Rex glóriæ, Christe,
Tu Patris sempiternus es Fílius.
Tu, ad liberándum susceptúrus hóminem,
non horruíste Vírginis úterum.
Tu, devícto mortis acúleo,
aperuísti credéntibus regna cælórum.
Tu ad déxteram Dei sedes in glória Pátris.
Iudex créderis esse ventúrus.
Te ergo quaésumus tuis fámulis súbveni,
quos pretioso sánguine redemísti.
Ætérna fac cum Sanctis tuis in glória numerári. Salvum fac pópulum tuum, Dómine,
et bénedic hæreditáti tuæ.
Et rege eos, et extólle illos usque in ætérnum.
Per síngulos dies benedícimos te.
Et laudámus nomem tuum in saéculum,
et in saéculum saéculi.
Dignare, Dómine, die isto sine peccáto nos custodire. Miseréri nostri, Dómine, miserére nostri.
Fiat misericórdia tua, Dómine, super nos, quæmadmodum sperávimus in te.
In te, Dómine, sperávi: non confúndar in ætérnum.

V/. Benedicámus Patrem, et Filium, cum Sancto Spíritu. R/. Laudémus, et superexaltémus eum in sæcula.
V/. Benedíctus es, Dómine, in firmaménto cæli.
R/. Et laudábilis, et gloriósus, et superexaltátus in sæcula. V/. Dómine, exáudi oratiónem meam.
R/. Et clamor meus ad te véniat.

Orémus: Deus, cuius misericórdiæ non est númerus, et boni- tátis infinítus est thesáurus; piíssimæ Maiestáti tuæ pro collá- tis donis grátias ágimus, tuam semper cleméntiam exorántes; ut, qui peténtibus postuláta concédis, eósdem non déserens, ad præmia futúra dispónas. Per Christum Dóminum nostrum. Amen.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.